domingo, 30 de setembro de 2007

A SILIDÃO DE UM ANJO

A SOLIDÃO DE UM ANJO
Jorge Linhaça

Ah, anjo, na pedra ensimesmado
em dolorosa e profunda solidão
dizer a verdade foi teu pecado
alertando aos homens em vão

Ah, anjo, não fiques desolado,
não se turve tanto teu coração,
dia virá, em que teus recados,
mostrarão quanto tinhas razão.

Segue , ó anjo, a tua jornada,
não te deixes assim abater,
a verdade por mais ocultada

Como o sol vai um dia nascer
as intensões serão reveladas
e o amor irá então vencer.


3 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pelo lindo trabalho...é muito encantador!!!
Desejo muita prosperidade e sucesso sempre!!!
Abraços e que Deus te abençoe!
Com carinho,
Myrna.

Giovanni Leandro disse...

Nossa meu amigo..... seu espaço esta um showww gostando de ver...
Meus Parabéns seus Blogg está lindão rsrsrs
Abraços Carinhosos
Giovanni Leandro

gal disse...

Anjo:
Você tem uma maneira especial de expressar o AMOR, através dos seus poemas.
Sou sua fã ... Vá em frente que Deus lhe inspirará sempre.
Sinta-se Valioso!!!
Gal